Featured Video

Description

As dores

Você sabia que o Brasil possui a quarta maior população de suínos no mundo? São mais de 44 milhões de cabeças de porcos concentradas em granjas no campo.

Você sabia que diariamente um suíno produz 5,8 Kg de fezes? Ou seja, são produzidas mais de 235 mil toneladas de esterco suíno diariamente.

Você tem ideia do problema ambiental que essas fezes causam ao meio ambiente?

Essas fezes liberam Gases de Efeito Estufa – GEE, como CO2, Metano (CH4), Sulfeto de Hidrogênio (H2S) e amônia (NH4) em grande quantidade na atmosfera diariamente.

Do outro lado, nos centros urbanos, ninguém sabe dar um destino eficiente e eficaz ao lixo orgânico produzido. A grande maioria é depositada em lixões ou aterros sanitários e liberam também GEE na atmosfera.

Aproximadamente 60% do lixo produzido nos centros urbanos é de material orgânico e é conhecido na literatura pelo nome de Food Waste.

Por que não transformar o Food Waste e o esterco suíno em energia, ou melhor, em biogás?

O esterco suíno é considerado um dos melhores inoculantes para produção de metano em biodigestores anaeróbios quando associado a outros materiais orgânicos (food waste, por exemplo), potencializando a concentração de metano no biogás. No caso do food waste, é possível duplicar a concentração de metano no biogás.

No entanto, trazer esterco suíno in natura para biodigestores próximo a centros urbanos é economicamente, ambientalmente e logisticamente inviável. Como resolver isso?

 

A solução

Para resolver esses problemas, é que criamos o INOCULUM.

Por meio de um processo totalmente inovador, a gente transforma literalmente as fezes suínas em pó mantendo todas as características inoculantes para potencializar a produção de biogás.

Mas como é exatamente esse processo?

As fezes suínas são congeladas (estado sólido) e, através da técnica de sublimação da água, as fezes passam direto para o estado gasoso. Para isso, utilizamos um equipamento chamado liofilizador.

As fezes suínas liofilizadas (em pó) possuem as mesmas características inoculantes das fezes suínas in natura. Desta forma, conseguimos resolver economicamente e ambientalmente o problema logístico, podendo transportar uma quantidade muito maior de material inoculante e estocá-lo, pois as fezes suínas liofilizadas mantem por muito tempo as propriedades inoculantes, não possuem o mal cheiro e o volume é muito menor.

Além disso, resolvemos também o problema do descarte adequado do esterco nas granjas suínas e deixamos também mais viável economicamente projetos de biodigestores para produção de biogás alimentados por Food Waste.

 

Impactados

Diretamente:

- Usina de Biogás;

- Granjas suínas que desejam descartar adequadamente os dejetos suínos.


De uma forma geral, todos são impactados (diretamente ou indiretamente).

INOCULUM reduz consideravelmente a emissão de GEE na atmosfera.

INOCULUM melhora consideravelmente a relação custo-benefício a produção de biogás, pois aumenta a concentração de metano.

Desta forma, INOCULUM é um produto que amplia as possibilidades para utilização de energias renováveis, transformando o lixo orgânico em biogás.


Site

https://inoculum.com.br/


Equipe

Israel Mendes - linkedin.com/in/israel-mendes-491b621b4 

Diego Moura - linkedin.com/in/diego-moura-217565146 

Marcus Val Springer - linkedin.com/in/marcus-val-springer-648a16b7